Voltar - - Compilado por Beraldo Lopes Figueiredo   - Voltar ao Menu                                                       - Página Principal

05.15 -  ANOMALIAS NOS CHAKRAS

   

Chakra Rádico

O vidente pode observar perfeitamente a anomalia dos chakra rádico, que tem por objetivo receber inicialmente o kundalini, pode ocasionar doenças no homem.
O kundalini é energia do tipo rádio. Ele é captado pelo rádico, sua energia vem do centro da Terra e tem por função canalizar esta para irrigar os demais
chakras, chegando até o chakra coronário, localizado no topo da cabeça.
Pode acontecer que devido à anomalia do centro de força do rádico, a energia caminha até o centro de coluna e não suba, voltando ao rádico. Ai é um perigo
para o iniciado, pois ele se transforma num ser pervertido. A alguns dos casos de pederastia vem deste processo, para qual a medicina clássica não tem cura.
Pela forma do chakra rádico, pode-se verificar se a pessoa é devasso sexual ou pederasta em toda a dimensão. É o caso de muitas pessoas que acionam determinado campo oculto e depois sofrem a conseqüência de sua insensatez.
O vidente pode ver o chakra rádico distorcido, no plano horizontal; ai é o caso da perversão sexual.
 

Chakra umbilical
Na análise do chakra umbilical sempre há algumas anormalidades na cor.
Quando a pessoa é atingida por vibrações negativas, o primeiro lugar a sentir estas vibrações energéticas é o chakra umbilical e o baço. Os órgãos e serem atingidos são fígado e os rins.
Na cor verde e amarelado do chakra, nas suas estrias aparecerão as manchas pretas e vermelhas. Há necessidade de interferência de um mestre para neutralizar estas vibrações.
Como o chakra umbilical disforme recebendo atuação de seu correspondente astral, a pessoa será acometida por inúmeras doenças, tais como cólicas de fígado, dores nos rins, intestinos, baço, aparelho digestivo, etc.
Estando apodrecidas as células do chakras umbilical, a pessoa terá doença incurável, podendo até ser câncer, só podendo ser revertida por atuação divina.
O paciente que sofre de leucemia tem o baço e o fígado aumentados, havendo reflexos em outros chakras.
A magia negra pode atingir os chakras umbilical e do baço e ser fatal para a pessoa.
Essas vibrações nos chakras, se negativas, terão de ser neutralizados por outras positivas - a magia branca. O vidente ou clarividente pode vero centro energético negativo(magia negra) e poderá ser o mesmo neutralizado por outra força e magia branca, isto é, pela luz.


Chakra cardíaco
O chakra cardíaco está relacionado com o coração. Ele tem a cor de ouro, é brilhante, com doze ondulações. Gira no sentido dextrogiro, com o tamanho de cinco centímetro de diâmetro.
Quando a pessoa é atingida por vibrações ou magia de um centro emissor negativo, o chakra começa a girar em sentido contrário, e a pessoa é vitima de taquicardia. Somente a magia branca poderá, com base em força mental, neutralizar a vibração, e o centro volta a funcionar normalmente.
O fogo pode perfeitamente neutralizar estas vibrações do mal, com orientação do mestre.
O ideal é neutralizar na sua origem, para que haja a cura total da pessoa atingida.
Às vezes este chakra está todo disforme e a pessoa fica bondosa, quer dar o que é seu e o que pertence ao olheio.
 

Chakra laríngeo
Ele está ligado a duas glândulas, tireóide e paratireóide, que controlam o metabolismo do corpo.
O chakra fica no duplo etéreo, na região da garganta.
O tamanho dele é cinco centímetros em quando afetado, poderá ficar atrofiado ou dilacerado.
As pessoas podem, às vezes, estar com o chakra laríngeo disforme, e neste caso há aumento de tamanho. Ele fica tagarela, não guarda segredo. É o caso das maçon, que saem de sua loja e vão ao restaurante "Pedra Bruta" e ali ficam comentando o que passou na loja, embora tenham jurado silêncio.


Chakra frontal
É também chamado de visual ou olho de shiva. O vidente pode ver perfeitamente anomalia no chakra frontal, se a pessoa foi operada da pituitária (sua remoção), pois há quem diga que uma operação desta pode retardar a metástase do corpo.
O desenvolvimento do chakra frontal pode ser orientado por um mestre oculto ou visível.
É comum nos mosteiros do Tibete fazer a abertura deste centro de força do discípulo cantando mantras e banhando o lugar na testa com ervas próprias. Às vezes, o iniciado sai do mosteiro e começa ver aura das pessoas e seu duplo etéreo.
Já o mestre oculto procede à abertura no seu discípulo usando método lento. É comum o místico, no dia de folga, ser tomado de intensa dor de cabeça, passando três dias assim, e depois ela sumir com que por encanto. É o desenvolvimento do chakra frontal.


Chakra coronário
Este chakra fica no alto da cabeça e vibra com rapidez. Tem todas as cores do espectro, prevalecendo o violeta. Na Índia é denominado flor de mil pétalas.
O homem, na visão espiritual, se adiantado moralmente, recebe por este chakra todas as emanações de luz divina.
No Oriente, nas imagens dos avatares, o chakra coronário aparece como uma protuberância da evolução, ele pode aparecer com dois chifres saindo dos chakras frontais, que são subsidiários. Isso significa que passou a vida praticando a magia negra, e agora está sofrendo o castigo de ter onerado seu carma.


Tela etérea: Efeitos do álcool e do tabagismo A tela etérea pode ser rompida com o efeito do tabagismo, do álcool e de outros psicotrópicos.
Esta tela etérea tem a função de proteger o indivíduo contra o assédio de entidades maléficas.
Estas substâncias se vitalizam e passam para o plano astral, por intermédio doa chakras, rompendo com isto a tela protetora - etérea - que a natureza mantém fechada contra a comunicação ou influência perturbadora de alguns espíritos.
vai ver a sabedoria da Igreja e de outras sociedades esotéricas e exotéricas, ao proibir o uso de bebidas, tabagismo, psicotrópicos, visa a proteção da tela etérea, evitando, assim, o seu atrofiamento.
O estudante do ocultismo deve livrar-se do tabagismo, do alcoolismo, de psicotrópicos, e pode, na senda da evolução, esperar que as faculdades psíquicas se atualizem no tempo devido, sempre numa conduta moral inabalável.


Texto Retirado do Livro:
Os Chakras - Centros Energéticos
Autor: José Ebram

 

Anterior

Próximo

   
Voltar

 - Compilado por Beraldo Lopes Figueiredo   - Voltar ao Menu   - Página Principal