Indice                                                 compilado por Beraldo Figueiredo                                                                                         Página Principal

 

108.1.6 - OPUS DEI

 

 

A Prelatura da Santa Cruz e Opus Dei (em latim Obra de Deus) é uma instituição hierárquica da Igreja Católica, uma prelazia pessoal, composta por leigos, casados, solteiros e sacerdotes. Tem como finalidade participar da missão evangelizadora da Igreja. Concretamente, o Opus Dei procura difundir a vida cristã no mundo, no trabalho e na família, a chamada universal à santidade e o valor santificador do trabalho quotidiano. No dia 28 de novembro de 1982 o papa João Paulo II através da Constituição Apostólica Ut Sit [1] constituiu o Opus Dei em prelatura pessoal.[2]

 

História

Ver artigo principal: História do Opus Dei

O Opus Dei foi fundado por Josemaría Escrivá de Balaguer em 2 de Outubro de 1928 em Madrid, na Espanha. "A Obra de Deus não foi imaginada por um homem", escreveu Monsenhor Josemaria; "Há muitos anos que o Senhor a inspirava a um instrumento inepto e surdo, que a viu pela primeira vez no dia dos Santos Anjos da Guarda, no dia 2 de outubro de 1928." [5]

 

Em 14 de Fevereiro de 1930, o fundador compreendeu que a instituição também deveria desenvolver o apostolado entre as mulheres, e posteriormente para receber e atender ao clero da Prelazia foi fundada, em 14 de Fevereiro de 1943, a Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz, composta exclusivamente de clérigos e inseparavelmente unida ao Opus Dei.

 

Características:

"O Opus Dei é uma organização internacional de leigos, a que também pertencem sacerdotes seculares (uma exígua minoria em comparação com o total de sócios). Seus sócios são pessoas que vivem no mundo e nele exercem a sua profissão ou ofício. Não entram no Opus Dei para abandonar esse trabalho, antes, pelo contrário, para encontrar uma ajuda espiritual que os leve a santificar o seu trabalho ordinário e a convertê-lo também em meio de santificar-se e de ajudar os outros a santificar-se.

- Caridade e apostolado

Os fiéis do Opus Dei se esforçam por dar testemunho da sua fé cristã por ocasião das suas atividades ordinárias e do seu relacionamento humano. O seu apostolado dirige-se a todos os homens e mulheres, e é exercido, em primeiro lugar, com o exemplo pessoal e depois mediante a palavra. O desejo de dar a conhecer Jesus Cristo, conseqüência direta da caridade (isto é, do amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos), é inseparável do desejo de contribuir para a solução das necessidades materiais e dos problemas sociais do ambiente.

O apostolado do Opus Dei, é de natureza à conversão individual, não visa conversões em massa.

 

 - Amor à liberdade

Os fiéis do Opus Dei são cidadãos que gozam dos mesmos direitos e estão sujeitos às mesmas obrigações que os outros cidadãos, seus iguais. Nas suas atuações profissionais, familiares, políticas, econômicas, culturais etc

 

- Vida de oração e sacrifício

O espírito do Opus Dei incentiva a cultivar a oração e a penitência, como meios de manter o empenho por santificar as ocupações habituais. Por isso, os fiéis da prelatura incorporam à sua vida determinadas práticas assíduas: meditação, assistência diária à Santa Missa, confissão sacramental freqüente, leitura e meditação do Evangelho, etc. A devoção a Nossa Senhora ocupa um lugar importante nos seus corações. Igualmente, para imitar Jesus Cristo, fazem sacrifícios, em especial os que favorecem o cumprimento fiel do dever e tornam mais agradável a vida aos outros, bem como a renúncia a pequenos prazeres, o jejum, a esmola, etc.

 

 

- Unidade de vida

A "unidade de vida" é outro alicerce nos ensinamentos do fundador do Opus Dei. De acordo com sua mensagem, um cristão não deve procurar Deus apenas na igreja, mas também nas menores atividades ou ocupações de sua vida. Deixar de ser cristão quando se sai do templo, como quem tira um chapéu ao entrar num restaurante, é ter "vida dupla".

 

A "unidade de vida", segundo S. Josemaria Escrivá, é uma profunda união com Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

 

Críticas:

O Opus Dei é muitas vezes descrito por seus críticos como um movimento tradicionalista, por sua fidelidade ao Magistério e doutrina da Igreja Católica. É-lhe atribuído, na América Latina, uma influência considerável como instrumento da luta do Vaticano contra a Teologia da Libertação, afirmando-se que está fortemente implicado nas lutas de poder dentro da Igreja Católica; estas suposições, no entanto, nunca foram provadas.

 

Sobre as críticas, os defensores do Opus Dei afirmam que a prelatura foi falsamente caluniada.  Segundo John Allen, vaticanista da CNN : "Há dois Opus Dei: um Opus Dei do mito e um Opus Dei da realidade".  Também questionam a motivação e a confiabilidade de alguns críticos. Indicam que ex-membros de qualquer instituição podem ter motivações psicológicas ou emocionais para criticar o grupo a que pertenciam, e reivindicam que tais indivíduos estão propensos a criar histórias fictícias de atrociadade que não correspondem a realidade.

Além disso, uma certa discrição por parte do Opus Dei faz com que as informações a seu respeito sejam extremamente fragmentárias. Por exemplo: a Constituição do Opus Dei, redigida em 1950, só foi publicada em 1986, depois da ereção como Prelazia Pessoal (antes de 1982, seria um documento provisório). Essa discrição adotada pelos membros da prelazia é por vezes acusada de secretismo, o que levou a que, em Itália, se tivesse tentado extinguir a Obra, devido a uma lei que proibia sociedades secretas.

Para impedir boatos que insinuavam que o comportamento da prelatura estava longe de ser o correto e acabar com a imagem de "sociedade secreta", os responsáveis pelo Opus Dei fizeram grandes esforços de divulgação da instituição quando da canonização de Josemaría Escrivá.
 

 

Atenção dos meios de comunicação:

Em todo o mundo, o Opus Dei passou a receber grande dose de atenção dos meios de comunicação devido à publicação do livro "O Código da Vinci" (em que dois membros da prelazia, um deles inclusive um fanático religioso desprovido de bom estado psicológico, usava de fins violentos para defender os segredos da igreja católica, era um paranóico, sanguinário, frio e cometia a autoflagelação).

 

Bibliografia:

ALLEN JR., John. Opus Dei - Um olhar objetivo para lá dos mitos e da realidade da mais controversa força da Igreja Católica . Ed. Campus, São Paulo, 2006. (t.o. An Objective Look Behind the Myths and Reality of the Most Controversial Force in the Catholic Church. Doubleday, 2005.)

 

CAPUCCI, Flavio (ed.): Estudios (1985-1996), “Romana” (Boletim da Prelazia da Santa Cruz e Opus Dei), Roma, 1997.

 

FUENMAYOR, Amadeo de; GÓMEZ-IGLESIAS, Valentín; ILLANES, José Luis. El itinerario jurídico del Opus Dei, Pamplona, 1989.

GÓMEZ PÉREZ, Rafael. El Opus Dei. Una explicación, Madri, 1992.

ILLANES, J. L., A santificação do trabalho, São Paulo, 1982 (t.o.: La santificación del trabajo, Madri, 1980).

LE TOURNEAU, Dominique. O Opus Dei, Lisboa, 1985 (t.o.: L'Opus Dei, Paris, 1985).

MATEO-SECO, Lucas Francisco; RODRIGUEZ-OCAÑA, Rafael. Sacerdotes en el Opus Dei. Pamplona, 1989.

MESSORI, Vittorio. Opus Dei. Uma investigação jornalística, Lisboa, 1995 (t.o.: Opus Dei. Un'indagine. Milão, 1994).

O'CONNOR, William. Opus Dei: An open book. The Mercier Press, Dublin & Cork, 1991.

REQUENA, Frederico M. SESÉ, Javier. Fuentes para la historia del Opus Dei, Barcelona, 2002.

RHONHEIMER,Martin. Transformación del mundo. La actualidad del Opus Dei. Rialp; Madrid; 2006.

RODRÍGUEZ, Pedro; OCÁRIZ, Fernando; ILLANES, José Luis. O Opus Dei na Igreja, Lisboa, 1994 (t.o.: El Opus Dei en la Iglesia, Madri, 1993).


 

 

Veja Também: 

108.1.1 - Catolicismo Apostólico Romano

108.1.2 - As Cruzadas

108.1.3 - Lista dos Papas

108.1.4 - Pecados da Igreja Católica Romana

108.1.5 - Os Carismáticos

108.1.6 - Opus Dei

 

                                          Indice                                                 compilado por Beraldo Figueiredo                                                                                         Página Principal